Ecetistas de Irajá fazem paralização contra a violência e assédio

Ecetistas de Irajá fazem paralização contra a violência e assédio

Os trabalhadores da ECT de Irajá iniciaram, no dia 06 de Junho, paralisação por conta de violência e assédio contra a categoria. Somente no terceiro dia de paralização, os ecetistas do CDD Irajá e representantes da direção do sindicato foram recebidos pela direção da empresa para discutir as reivindicações dos trabalhadores. A empresa continua irredutível e os trabalhadores ficaram de fazer uma nova assembleia para discutir os rumos do movimento.

Os trabalhadores reivindicam: fim das dobras, melhorias nas condições de trabalho e explicações sobre as denúncias de corrupção nos Correios

Leia também...

Qual a sua opinião?

Seu e-mail não será publicado. Os campos com * são obrigatórios.