Fórum das Centrais Sindicais do Rio de Janeiro se reúne e pauta agenda da classe trabalhadora

Fórum das Centrais Sindicais do Rio de Janeiro se reúne e pauta agenda da classe trabalhadora

Reunido de forma virtual na última sexta-feira (3), o Fórum Estadual das Centrais Sindicais do Rio de Janeiro debateu a situação do país e do estado diante da pandemia do novo coronavírus e os desafios da classe trabalhadora. Na reunião, as Centrais afirmaram compreender  que o momento que vivemos requer fundamentalmente a busca da unidade do movimento sindical e popular, ressaltando ainda que os efeitos da crise política, econômica, social e principalmente, a crise sanitária, se abaterá com muito mais força sobre a classe trabalhadora.

Os dirigentes apontaram a defesa da vida, da democracia, dos direitos e do emprego, como bandeiras das centrais que devem ser carro chefe das lutas no Rio de Janeiro. Segundo as entidades presentes, Bolsonaro governa contra os trabalhadores, ignora as recomendações das autoridades sanitárias e aplica uma agenda de retirada de direitos, privatizações e entrega da nossa soberania aos interesses privados, nacionais e estrangeiros.

As centrais declararam considerar fundamental a retomada e a consolidação do Fórum das Centrais e apontam a periodicidade de 15 em 15 dias como calendário fixo de reuniões, sendo que sempre que necessário, se reunirão extraordinariamente para tratar de assunto de interessa das mesmas.

Foi aprovado pelas lideranças presentes o encaminhamento de ofício ao Presidente da ALERJ, André Ceciliano (PT), solicitando reunião para, entre outros temas, destravar a questão do piso regional. A CUT ficou de encaminhar o ofício em nome das centrais. Foi aprovado, também, abrir o debate com o setor produtivo do estado para debater as alternativas, as saídas para a retomada econômica no estado, com geração de emprego. O presidente do CETERJ, Carlos Alberto, secretário geral da CTB-RJ irá buscar construir a reunião com os representantes deste setor no CETERJ.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *