Nota da CTB-RJ sobre a ação violenta do Governo do Estado no Complexo da Penha

Nota da CTB-RJ sobre a ação violenta do Governo do Estado no Complexo da Penha

A CTB Rio de Janeiro manifesta, novamente, todo seu repúdio ao governador Claudio Castro e sua necropolítica de segurança pública. Dessa vez, o espetáculo da morte promovido pelo governo em comunidades pobres foi no Complexo da Penha, na segunda ação mais letal das forças policiais da história do nosso Estado. Cabe ressaltar, que a ação mais letal também foi ocorrida durante o governo de Castro e tem pouco mais de um ano seu acontecimento, na favela do Jacarezinho.

 

A Necropolítica faz bem aos ouvidos de uns e serve apenas para consolidar o fascismo na nossa sociedade. Foi com ela que Wilson Witzel se elegeu para “atirar na cabecinha” e teve ao seu lado, seu herdeiro político, Claudio Castro. Ambos aliados à época de Jair Bolsonaro, que também se elegeu promovendo ideologias fascistas em nossa sociedade.

 

Ontem, pelo menos 25 pessoas (até a hora da publicação dessa nota) foram mortas na ação assassina promovida pelo governo do Estado. Uma ação que sempre segue o mesmo padrão usado no Jacarezinho ano passado com a participação de forças especializadas do estado que, ao invés conter o confronto, o ampliam, feitas sempre em caráter emergencial e sem nenhum resultado efetivo no combate ao crime organizado

 

A ação desgovernada fez com que cerca de 32 escolas, juntando Penha e Alemão, tivessem que fechar para os estudantes, devido ao clima tenso. Inúmeros trabalhadores e trabalhadoras não conseguiram chegar aos seus postos de trabalho e mais uma vez a população pobre e negra das favelas teve a vida ceifada por agentes do Estado.

 

Basta!

 

Essa promoção do espetáculo da morte de Castro, Wiltzel e Bolsonaro tem que parar!

 

A CTB-RJ se une a todas as organizações de resistência para manifestar sua solidariedade ao povo do Complexo da Penha, para seguir firme na luta contra o racismo institucional e em defesa de paz para as favelas e periferias do nosso Rio de Janeiro.

 

Rio de Janeiro, 25 de maio de 2022

Paulo Sérgio Farias
Presidente da CTB-RJ

Raimunda Leone
Secretária Geral da CTB-RJ
Secretária Adjunta de Promoções de Políticas de Igualdade Racial da CTB Nacional

Leia também...

Qual a sua opinião?

Seu e-mail não será publicado. Os campos com * são obrigatórios.