Novembro Azul – Pela Saúde dos Homens

Novembro Azul – Pela Saúde dos Homens

Novembro Azul é uma campanha de conscientização realizada por diversas entidades no mês de novembro dirigida à sociedade e, em especial, aos homens, para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do cancro de próstata.

O movimento surgiu na Austrália, em 2003, chamado Movember, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, realizado no dia 17 de novembro. Em vários países, o Movember é mais do que uma simples campanha de conscientização. Há reuniões entre os homens com o cultivo de bigodes (ao estilo Mario Bros), símbolo da campanha, onde são debatidos, além do câncer de próstata, outras doenças como o câncer de testículo, depressão masculina, cultivo da saúde do homem, entre outros.

No Brasil, o Novembro Azul foi criado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, com o objetivo de quebrar o preconceito masculino de ir ao médico e, quando necessário, fazer o exame de toque, e obteve ampla divulgação. Em 2014, o Instituto realizou 2.200 ações em todo o Brasil, com a iluminação de pontos turísticos (como Cristo Redentor, Congresso Nacional, Teatro Amazonas, Monumento às Bandeiras), adesão de celebridades (Zico, Emerson Fittipaldi, Rubens Barrichello), ativações em estádios de futebol, corridas de rua e autódromos, além de palestras informativas, intervenções em eventos populares e pedágios nas estradas.

No mundo, em valores absolutos, o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de casos da doença. Cerca de 70% dos cânceres de próstata são diagnosticados em homens com mais de 65 anos. A incidência é muito rara em homens com menos de 40 anos, mas a chance de ter a doença aumenta rapidamente após os 50 anos, por isso, recomenda-se a realização de exames de prevenção a partir dessa idade ou no mínimo 45 anos.

Em estágio inicial, geralmente, o câncer de próstata não causa sintomas. Numa fase mais avançada, na maioria dos casos, os sintomas estão relacionados a obstrução de urina e infecção urinária.

Ressalvas do Ministério da Saúde e da OMS

Tanto o Ministério da Saúde quanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovam o Novembro Azul, mas ambos fazem algumas ressalvas em relação aos exames para detecção do câncer de próstata.

Embora muitos especialistas recomendem que os homens façam os exames de toque retal e PSA anualmente a partir dos 50 anos, esses órgãos não indicam essas medidas de rastreamento para pessoas que não apresentam sintomas.

Segundo essas entidades, realizar exames de rotina em homens sem suspeita de câncer de próstata pode gerar muita ansiedade com resultados falso-positivos e acarretar biópsias desnecessárias. Além disso, ao detectar uma alteração, o paciente pode ser submetido a um tratamento desgastante quando, na verdade, o achado não se transformaria em um tumor maligno.

Apesar desses riscos, o Ministério da Saúde e a OMS apoiam o objetivo do Novembro Azul de conscientizar os homens sobre o câncer de próstata e os cuidados com a saúde de forma geral, além da desmistificação sobre o exame de toque retal, que é muito simples e dura apenas 10 segundos.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *