Servidores, Centrais Sindicais e Federações fazem onda de mobilizações pelo País para derrotar Reforma Administrativa

Servidores Públicos, Centrais Sindicais, Confederações e Federações, além de organizações que defendem a soberania nacional e um Estado que atenda aos interesses do povo brasileiro iniciam, nessa semana, mais uma rodada de mobilizações contra a PEC 32, a Reforma Administrativa. A CTB Rio de Janeiro e a Fesep-RJ participam ativamente desse movimento que, além do Rio de Janeiro, teve atividades por todo território nacional. Ao todo, as atividades já ocorreram em 16 aeroportos e começaram a ser realizadas na semana passada. Esse foi o terceiro dia de mobilização do movimento que unifica centrais sindicais, federações, sindicatos de servidores públicos e outras entidades representativas do serviço público em suas diversas esferas.

Os manifestantes ocuparam aeroportos para receber os deputados com suco de laranja personalizados com os nomes dos deputados e deputadas que se manifestaram a favor da proposta que retira direitos dos servidores e promove um desmonte irreparável em toda cadeia do serviço público em nosso país. Em Brasília, além da atividade no aeroporto, carros de som circulam pelas quadras residenciais dos deputados tocando “Barões da Rachadinha” (ouça aqui: https://youtu.be/RA8B_Ivmwgk) enquanto outro grupo se manifesta em frente à residência oficial da Presidência da Câmara (que já reclamou do barulho).

Após manifestação pela manhã nos aeroportos, os Servidores e Servidoras que fazem a luta em Brasília foram recepcionar os deputados no Congresso Nacional na parte da tarde, aumentando a pressão para dizer não à PEC 32.

As mobilizações nos aeroportos e em Brasília seguem amanhã. Enquanto a proposta não for derrotada, a categoria e as entidades envolvidas seguirão mobilizadas para que não se aprove esse projeto que, tal qual a Reforma da Previdência, a Emenda Constitucional 95 e a Reforma Trabalhista, só vai fazer mal para o povo brasileiro.

Veja abaixo fotos das atividades em alguns Estados.

Rio de Janeiro

Maranhão

Paraná

Pernambuco

São Paulo

Ceará

Paraíba

Distrito Federal

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *