SINTECT-RJ DENUNCIA: COMPLEXO COLUBANDÊ TRÊS SEMANAS SEM ENERGIA ELÉTRICA

SINTECT-RJ DENUNCIA: COMPLEXO COLUBANDÊ TRÊS SEMANAS SEM ENERGIA ELÉTRICA

A precarização do trabalho na ECT parece não ter limites. Ameaçada de privatização pelas movimentações do governo golpista, a empresa convive com unidades sem condições de trabalho, com ataques aos direitos dos trabalhadores e, agora, até mesmo com a falta de luz.

O complexo do Colubandê, em São Gonçalo, está há três semanas sem energia elétrica e com condições precárias de trabalho. A situação dos ecetistas do Complexo do Colubandê é muito grave. O complexo é estratégico para a empresa e se localiza em região de destaque para a distribuição no leste fluminense. É formado pelo CTE São Gonçalo, PA Colubandê e CEE São Gonçalo.

O diretor do SINTECT-RJ, André Messias ressalta que a situação é inaceitável:

“São quase três semanas sem energia elétrica, e a empresa não tomou nenhuma providência. Exigimos que o problema seja solucionado o quanto antes. Vamos continuar pressionando em todas as esferas possíveis até a empresa ofertar condições dignas de trabalho”, afirmou Messias.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *