TRABALHADORES E ESTUDANTES DA UERJ OCUPAM FRENTE DO PALÁCIO GUANABARA

TRABALHADORES E ESTUDANTES DA UERJ OCUPAM FRENTE DO PALÁCIO GUANABARA

A luta em defesa da UERJ ganhou um novo capítulo ontem (16). Professores, técnicos e estudantes montaram um acampamento em frente ao Palácio Guanabara (sede do Governo do Estado) para protestar contra o descaso do governador com a Universidade e pelo imediato pagamento do salário dos servidores e das bolsas estudantis.

O acampamento reúne dezenas de uerjianos e se mantém de pé desde a tarde da última terça. Os manifestantes prometem ficar acampados no local até que uma solução convincente seja apresentada pelo governo do Estado. Os trabalhadores da UERJ ainda não receberam o décimo terceiro de 2016, nem o salário de abril deste ano. Uma parcela não recebeu sequer março.

O acampamento foi montado após a quinta aula pública realizada em frente ao Palácio Guanabara pelo movimento “UERJ Resiste”. A crise que assola a UERJ, fruto das políticas equivocadas dos governos do PMDB, afetam diretamente os trabalhadores e os estudantes mais pobres da instituição. A maioria dos cotistas, hoje, não tem dinheiro para transporte e alimentação. Os índices de falta, em alguns cursos com alta presença de cotistas, chega a 60%. Os trancamentos de matrícula não param de crescer. Desde 2015, mais de 1000 estudantes desistiram de seus cursos e do sonho de se formara na universidade.

Diante de todo esse quadro, o governo estadual de Pezão e Dornelles ainda não procurou os manifestantes para dialogar. A situação da UERJ segue sendo negligenciada por um governo que vira as costas para o povo trabalhador e para a juventude estudante.

 

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *